Capital
Diplomacia

Rio sedia primeiro evento do G20

A cidade do Rio de Janeiro inicia a agenda para o encontro do G20 – grupo das 20 principais economias do mundo –, que ocorrerá neste ano na capital fluminense.

Compartilhe:
30 de janeiro de 2024
Matheus Gagliano
Rio sedia primeiro evento do G20
Cidade tem decoração temática do G20 espalhada pelas ruas. Foto: Divulgação/Prefeitura

A cidade do Rio de Janeiro iniciou os preparativos para o encontro do G20 – grupo das 20 principais economias do mundo –, que ocorrerá neste ano na capital fluminense. O evento que abriu as agendas do encontro de cúpula foi o lançamento do Business20 (B20) Brasil, na sede da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), no Centro da cidade.

O vice-presidente e ministro do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (MDIC), Geraldo Alckmin, participou do evento, assim como os presidentes do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Aloizio Mercadante, do prefeito do Rio, Eduardo Paes, da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Ricardo Alban, e da Firjan, Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira, além de CEOs de empresas brasileiras e estrangeiras.

“O apelo que deixo aqui como brasileiro é que não podemos perder essa oportunidade geopolítica mais uma vez dada ao Brasil. Todos os atores políticos, econômicos, sociais de todas as áreas, sem exceção, vão estar com seus olhos voltados para o Brasil neste ano de 2024”, afirmou o prefeito da capital do estado

Grupos de engajamento do G20

Foi o primeiro evento da agenda dos grupos de engajamento do G20 e reuniu cerca de 600 participantes brasileiros e dos demais países membros do grupo, de diversos segmentos da indústria. O B20 no Brasil é organizado pela CNI e tem como objetivo promover o debate sobre pautas relacionadas ao crescimento econômico e desenvolvimento empresarial global. As decisões do grupo serão encaminhadas aos chefes de Estado durante o G20.

“O Brasil é protagonista dos três grandes temas de preocupação planetária: segurança alimentar, segurança energética e clima. Na segurança alimentar, somos o campeão de produção de proteína animal e vegetal; na segurança energética, temos a energia mais limpa do planeta e podemos dar uma enorme contribuição para a descarbonização; e na questão do clima, temos a Floresta Amazônica, que é a maior floresta tropical do mundo. O desmatamento, que era uma preocupação relevante, caiu praticamente 50% em cerca de um ano”, disse o vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Geraldo Alckmin.

O B20 é formado por cerca de 900 representantes empresariais brasileiros e estrangeiros. O grupo de engajamento é dividido em forças-tarefas e um conselho de ação que têm como tema neste ano “Crescimento Inclusivo para um Futuro Sustentável”. Ao longo do ano, serão discutidas estratégias para promover o desenvolvimento social e econômico inclusivo voltadas à inovação e produtividade.

Protocolo de intenções

No evento, a prefeitura firmou um acordo de cooperação com a Google Brasil para desenvolver ações conjuntas, em atividades na cidade, durante a presidência do Brasil no G20.

As áreas temáticas de interesse comum no protocolo de cooperação são:

Transformação digital, inclusão, redução da desigualdade e geração de oportunidades: digitalização de governos, para a evolução tecnológica e avanços na qualidade de políticas públicas em áreas como qualificação profissional, empoderamento econômico de mulheres, diversidade e educação;

Resiliência Urbana, apoio em emergências, planejamento urbano e desenvolvimento sustentável;

Inteligência Artificial, segurança cibernética, proteção de dados e uso da nuvem;

Tecnologias para a saúde, desenvolvimento humano e combate à fome.

A cooperação não envolve transferência de recursos financeiros ou recursos humanos. A Prefeitura e a Google Brasil vão arcar com as próprias despesas para a execução das parcerias. O gerenciamento, o acompanhamento e a avaliação da implementação das ações serão feitos pela Coordenadoria de Relações Internacionais da Prefeitura do Rio e pela equipe de Relações Governamentais e Políticas Públicas do Google no Brasil.

“O Google, em todo o mundo, participa de importantes grupos de trabalho do G20. No Rio trabalharemos juntos em uma série de eventos e parcerias técnicas. São novas oportunidades para projetos e investimento na cidade. Em pauta a digitalização da economia, enfrentamento às mudanças climáticas e redução das desigualdades. Políticas municipais de inovação como o Maravalley e os Ginásios Tecnológicos (os GETS), também se beneficiam deste momento em que o Rio é a capital do G20”, completou Lucas Padilha, coordenador de Relações Internacionais da Prefeitura do Rio.


Quer receber esta e outras notícias diretamente no seu Whatsapp? Entre no nosso canal. Clique aqui.